Nome:Maria Clara

Nick:Mari

Idade: 24 anos

Peso Inicial: 118,300 kg

Meta: 60 kg

Total eliminar:58,300 kg

Nº inicial/atual: 54


Fontes de Inspiração

Beth

Sara (Larissa)

Lu Francesa


Amigos

*BLOGSFERA LIGHT - RJ*
Regina
Jaque
Claudia
Déia
Janice
Marília
Lala (Alaíde)
Marsele
******AMIGAS*******
Lili Marlene
Eloyza
Rachel
Valentina
Janaina
Lara
Alê
Débora
Luana Furquim
***** Outros ******
Grupo Fly Lady


Enfrentando a balança


Data Peso Lixo
12/05/06 118.3 ----
20/09/06 95. -23.3
recomeço --------
19/03/08 114.7----


1ª meta - 95 kg

2ª meta - 85 kg

3ª meta - 75 kg

última meta - 60 kg

Arquivos


ETC...






Créditos







1ª meta parcial


Olá minhas lindas, que saudades de vocês!!!

Gente como esse cantinho aqui me faz uma falta incrível, principalmente porque não pude estar com vcs!!!

Bom, ainda não passou todas as dificuldades da minha vida, mas já melhorou bastante e acredito que uma nova estação já está chegando (obrigada Má aquelas fotos foram tudo).

Olha não quero encher muito o saco de vocês não, mas gostaria muito de colocar aqui um pouquinho do que aconteceu comigo, acredito que me faria muito bem...

 

A alguns meses atrás meus pais estavam querendo se separar, eu fiquei mau, mau mesmo, me decepcionei muito e parei a minha vida pra viver em função dos problemas deles. Quando as coisas entre eles se acertaram eu cai numa depressão profunda, juntamente com o último período teórico da minha faculdade, período cheio de pressões. Estive mau passei por tudo com o coração nos pés e lá no fundo do poço, quando houve o encontro na casa da minha amiga Janice, onde puder me expor e novamente tentar voltar a ser a Mari, que eu sempre gostei de ser... Aquele encontro realmente me abriu os olhos e principalmente o coração, e decidi que seguiria a minha vida independente dos outros... Tudo estava bem e naquele dia eu vi uma saída para aquele profundidade que era aquele poço.

Algum tempo depois (nem sei ao certo, fiquei tão perdida) quando imaginava que tudo estava novamente se encaixando, e que havia achado a saída do poço, tudo desmoronou, meus pais voltaram a se desentender, eu estava fazendo minhas provas da faculdade (se não passasse nas provas teria que fazer a matéria que fiquei e mais outras duas no próximo período e não poderia ir para o internato, além disso ficaria 6 meses a mais cursando a faculdade. Essa faculdade é meu ponto de independência é meu grito, e 6 meses a mais seria como uma eternidade) meu marido e meu pai discutiram e meu marido como sempre interpretou tudo errado e me fez sair de casa com as malas nas costas em busca de um novo lugar pra morar (recebi essa notícia por telefone, voltando de um estágio que estava fazendo no Rio, alias foi o dia que a Beth me telefonou e que me ajudou com suas palavras a me centrar e enfrentar aquela barra, bem mais pesada que iria enfrentar agora).

Quando cheguei em casa às coisas estavam todas jogadas em umas malas, meu filho não estava lá e eu só conseguia chorar, aquela foi sem dúvida à sensação mais terrível da minha vida!!! Pronto ali tudo havia desmoronado, tudo mesmo!!!

 

Hoje nós que morávamos muito bem, em uma casa confortável e de graça, passamos a morar em um bairro ruim e pagando um aluguel que é a metade do salário do meu marido, resumindo passamos a brincar de sofre!!! As coisas ficaram tão ruins que fomos obrigados a vender o carro (isso não é um grande problema, como diz o meu pai vão-se os anéis, ficam os dedos, para novos anéis).

 

Não estou bem ainda, ainda não estou feliz, ontem fizemos 4 anos de casados, ele me fez uma surpresa linda, mas porque essa surpresa só surgiu agora? Porque sempre pedia a ele que fizesse algo assim e só desta vez ele fez? Me senti meio chantagiada, meio pressionada... Não vou mentir foi uma noite muito boa, mas mesmo assim ainda não estou feliz, o que senti por ele se esvaiu. Ainda me sinto perdida, por isso resolvi que era hora de voltar pra cá, de ouvir vocês e compartilhar esses momentos!!!

 

Vocês são algo de muito importante que conquistei e que não quero perder jamais!!!

Beijos para todas



Postado por: Mari às 14h24
| envie esta mensagem